sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Bom ou ruim?



Em alguma fase da infância parece que as crianças ficam impossivéis, até nós mesmo já tivemos os nosso tempo de "Denis o pimentinha", mas qual o melhor jeito de lidar com essa fase?


Se fizesse essa pergunta para a minha mãe ela diria que se eu fizesse alguma malcriação ela me bateria ou tiraria a alguma coisa de mim geralmente o que gosto.


Agora conheço pais que fariam ao contrário se os filhos fizessem alguma malcriação deixaria os fazê-lo, mas quando ele fizesse ao contrário, ou deixa-se de fazer a tal "travessura" ele seria presenteado.


Na psicologia isso se chama Reforço x Punição.


Segundo Watson (não o do Sherlock), "dei-me uma criança saudável que eu farei com que ela faça o que eu quiser com essa teoria de comportamento" (tá não foi bem assim que ele disse, mas é isso que ele quer dizer). Watson é o pai do Behaviorismo.


Tá mas o que é esse tal de Reforço e Punição?


Reforço


Existem dois tipos o Reforço Positivo e o Reforço Negativo. O Reforço Positivo é quando por exemplo a criança arrumou a cama por uma semana antes de ir para o colégio e a mãe ou o pai o leva para passear no final de semana e avisa que foi por causa daquilo, a criança vai querer passear mais vezes e assim vai arrumar mais vezes a cama até que vire costume. Isso é reforço positivo é acrescentado algo para a criança, ele gerelmente funciona muito bem em adolescentes.


Reforço Negativo é quando a criança ou o adolescente, por exemplo, lava a louça então a mãe ou o pai o libera de tirar o pó, a criança vai lavar mais a louça para que ela não tenha que tirar o pó dos movéis, ele não faz algo que goste, mas deixa de fazer algo que também não gosta. Reforço negativo é quando é retirado algo desagradável.


Punição


Vale lembrar Punição nem sempre funciona bem viu mãe?!


Assim como o Reforço existe também a Punição Positiva e a Punição Negativa. A Punição Positiva é quando a criança risca a parede e o seu sofá novinho em folha e ainda por cima branco (quem em sã consciência compraria um sofá branco com crianças em casa?), o que você faz? Bate na criança, isso é algo desagradável para ela então Punição positiva é acrescentar algo desagradável. Já a Punição Negativa é quando digamos a mesma criança, mas a mãe não bate deixa ele de castigo, isso é Punição Negativa porque a mãe o privou de algo que ele gosta, a liberdade de poder brincar, isso é o retirado algo agradável dele. (castigos depois de um tempo não funcionam mais vale lembrar também)


Agora vem a pergunta qual será que faz mais efeito?


Sabe quando tem aquelas crianças que gritam no supermercado? o que os pais devem fazer é deixar gritar, é incômodo para quem não tem filhos ou que os filhos já não fazem mais isso, é bem chato, mas é o melhor jeito de a criança parar, porque se não toda vez que ela querer algo ela vai gritar e na hora vai ser no supermercado, depois vai ser no shopping, num jantar com amigos e assim por diante, agora se a criança viu que não adianta você lhe presenteia, mas tem que ser na hora crianças tem que serem na hora se não elas não conseguem associar que aquele comportamento bom lhe forneceu o presente. (Isso vale para aquela história "Se você se comportar esse ano o papai noel te traz presente" a criança vai achar que ela se comporto no dia 25 de dezembro e por isso ganhou o presente)


Agora não precisa presenteá-las com coisas caras e que nem sempre você terá como dar, um passeio no parque, um sorvete, um abraço, uma sobremesa especial, uma comida que gosta, seja o que for seja sincero e explique o porque da criança estar recebendo o presente, até que a criança se acostume a fazer tal ação e os presentes não serão mais necessários.


E vocês, preferem o Reforço ou a Punição?


Isso vale para namorados, maridos e afins também viu?! mas isso é outra história.

Nenhum comentário:

Postar um comentário