sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Dinheiro x Auto-estima





Você fica preocupada quando o fim do mês chega e as contas também e sabe que o dinheiro não vai render, alerta vermelho.


Viver com dívidas ou com dificuldades financeiras é ruim, muito ruim como uma doença que precisa ser tratada e curada.


Claro, se você foi criada ganhando tudo dos pais e saiu de casa ou começou a trabalhar e a coisa mudou de figura é bem difícil de mudar, pois vem de um costume seu, de uma criação sua ter tudo o que quer, sem se preocupar muito depois.


Junto com as dívidas vem a baixa auto-estima, que vem da falta de capacidade de se controlar nos gastos (pensem bem isso vem da sua cabeça), mas peraí isso tem solução!


Muitas pessoas pensam que ter dinheiro sobrando vem do fator sorte-azar, e estão completamente erradas se você pensa "bá que sorte aquele mulher teve conseguiu comprar um carro (ou o que seja), deve estar ganhando bem", mas se você for pensar pelo lado lógico, quanto mais a gente ganha, mais a gente gasta, a tal mulher pode ter gastado todo o salário dela numa bolsa, mas um parte por menor que seja ela pode ter depositado em uma poupança para comprar o carro.


Com as dívidas vem os pensamentos "não consigo me controlar", "não ganho aumento, sou uma má profissional", "adquiro mais e mais dívidas", e assim junto como se fosse um pacote a baixa auto estima, você se sente culpada pela sua situação em que está, e mais culpada por não estar conseguindo sair dela, CALMA, como diz a minha avó, pra tudo na vida tem jeito menos pra morte.


Que começar a colocar no papel todas as suas dívidas? Começar a ver saídas para as contas de maior necessidade (água, luz, telefone e supermercado), ver onde pode diminuir os gastos (você precisa mesmo daquele sabão em pó novo que custa o dobro do que você costuma comprar?), renegocie contas dos cartões de crédito e PAGUE tudo em dia pelo amor de Deus!, cancele cartões (muito importante), se você pensa que pode precisar para uma emergência, veja o que tem menos juros e o que mais aceitam nos estabelecimentos (por exemplo, Visa, Mastercard e Hipercard). Se mesmo assim você não conseguir fazer com que quite as dívidas já pensou em vender coisas, seja o que for lingerie, bijuteria, muamba mesmo, hehehe, só para ajudar nessa fase crítica depois se você não quiser mais pare, mas se gostar é só continuar.


Já falei sobre isso aqui.


E vamos levantar a cabeça e seguir em frente porque com dívidas não dá pra comprar aquele sapato novo não acham? Vamos nos organizar juntas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário