terça-feira, 25 de outubro de 2011

Vamos acabar com o preconceito?



Amo animais, principalmente cachorros, e sempre gostei, mas animais para ficar dentro de casa só fui ter com 15 anos a minha xodó, Mia. Sempre tive cachorros, mas eles envelheciam até tive um que foi do meu tio, meu e da minha vó então ele ficava indo e vindo coitadinho, mas ficava mais tempo na minha casa era um arteiro, hehehe. Tenho uma poddle eu amo ela, mas não por ela ser de raça, por ela ser a cachorra mais carente da face da terra hehehe, é a coisa mais engraçada, ela é bem ciumenta comigo e com a minha mãe e só obedece o meu pai e o meu namorado, adora fazer carinho (vide ficar lambendo) e fica puxando a nossa mão para fazermos carinho na barriga dela (seu lugar favorito).


Bom não vim fazer esse post para falar dos meus cães, mas sim do preconceito que as pessoas tem na hora de adotar (por favor não compre animais, adote), existem dois blog que frequento bastante e um deles estimula muito a adoção e ajuda os cães a encontrem um novo lar. Um dia desses colocaram um Shitzu ou um York não me recordo muito bem, e eu fui comentar e tinha um comentário de uma idiota que perguntava se ele era de raça pura mesmo, PARA TUDO como assim? você quer adotar o cão ou não? importa se ele é de raça pura, macho ou fêmea, filhote ou adulto? IMPORTA MESMO? Muitos comentários de indignação foram deixados um deles que me chamou muito a atenção perguntava se a idiota da moça tinha raça, pode apostar que não, como ele era de raça (pura ou não, não me interessa), muita gente falou para a moça da adoção não doá-lo sem castração pois podia ser usado para procriação.


Vim por meio do meu blog falar que tenho uma cadela que me foi doada e nunca perguntei se era de raça, fêmea ou macho ou filhote. Antes que me perguntem ela veio pra mim já adulta e nunca pedi registro de pedigree (muito cães tem para procriação, para que os filhotes possam serem vendidos por um preço maior).


Você quer ajudar veja aqui os dois blogs que eu visito




E você adotaram, pretendem adotar? vão escolher raça, sexo ou idade?

Nenhum comentário:

Postar um comentário