segunda-feira, 9 de julho de 2012

Em defesa da psicologia


Tem coisa mais chata do que vir um profissional de uma área contrária a sua e desmerecer a sua profissão? Pois é desde comecei a fazer psicologia é uma das coisas que mais me incomodam. Diversas classes profissionais se acham melhor do que outras, isso é normal nós psicólogos entendemos isso melhor do qualquer outro, mas desmerecer uma profissão somente porque desconhece é outra coisa e é ai que eu mais me irrito.

Existem muitos mitos entorno da psicologia como, por exemplo, que psicólogos só tratam de loucos, pessoas que tem que estarem nos hospitais psiquiátricos, ledo engano meus queridos leigos, quando você menos imagina a pessoa que você admira pode estar em tratamento com um psicólogo seja por orientação médica ou escolha própria. Quando comecei a fazer tratamento psicológico por escolha minha contei para pouquíssimas pessoas por esse motivo, e muitas delas me falavam “mas você não precisa” ou “porque tu vai ir? Tá com algum problema pode falar comigo”, psicólogos são profissionais não somente para tratar de patologias mentais, mas para levar o bem estar para a sociedade, conheço muitas pessoas que foram ao psicólogo, psiquiatra ou psicanalista por algum motivo e mesmo depois da alta do psicólogo (sim psicólogo da alta ou vocês achavam que a terapia ia durar o resto da sua vida?) continuam ainda por mais algum tempo para seguir melhorando na vida no geral.

Quer me ver com raiva é falar mal da minha escolha profissional. Do mesmo jeito que eu detesto ciências contábeis, administração e outras ciências exatas eu não fico falando que contabilidade é um porcaria que não serve de nada. Acho que a sociedade é preconceituosa sim com os psicólogos. Estudamos 5 anos para ajudar nada mais nada menos do que a sociedade.

A depressão já é considerada a doença deste século, e agora? Depressão pode ser genético, pode ser desencadeada por fatores externos e quem vai ajudar essa sociedade cada dia mais depressiva? NÓS OS PSICÓLOGOS!

Na terapia muitas vezes somente para a pessoa contar a outra pessoa os seus problemas ela consegue perceber o que está errado o que a está chateando. Nós psicólogos somos pessoas que são de fora do convívio social da pessoa só nos encontramos ali na sala de terapia e como somos pessoas de fora e profissionais, conseguimos fazer com que a pessoa “enxergue” o que está errado, o que se deve mudar sem colocar nossa opinião, sem nossa carga emocional e social envolvida. Diversas vezes somente de observar uma pessoa por uns 20 minutos conseguimos perceber que ela está bem ou tem algo que está lhe incomodando, que ela está ansiosa ou não, mas não podemos ajudar sem que a pessoa dê o primeiro passo, só que com a sociedade preconceituosa que temos dificilmente ela dê o primeiro passo para a sua melhora.

Peço desculpas pelo meu desabafo, sei que não é somente com os psicólogos que isso acontece, mas às vezes chega uma hora que essa história que psicólogo não presta para nada me irrita e muito.

Até a próxima, qualquer dúvida ou sugestão deixem um comentário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário