quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Obrigado, 2012!


Não adianta entra ano, sai ano e nós sempre fazemos a mesma coisa, no começo do ano planejamos o que queremos para esse ano novo e no final do ano tentamos lembrar o que planejamos para ver se realmente as coisas aconteceram, muitas vezes ficamos decepcionados porque nada extraordinário aconteceu, mas esse ano EU resolvi que seria diferente, vou fazer dois post o primeiro este, outro ano que vem dizendo o que eu desejo para o ano que está para iniciar, vou fazer mais esse segundo post mais para não esquecer do que eu planejei para 2013.

Bom vamos começar, esse ano foi bastante turbulento para mim, mas não de um jeito ruim, tive crises por causa de um trabalho que já não me fazia bem e qual não foi a minha surpresa quando eu fui mandada embora, fiquei triste é claro, conheci pessoas que me fizeram crescer como pessoa no escritório que eu trabalhava, mas acordar e dormir infeliz já estava me deixando doente, esse foi o maior motivo por eu fazer a melhor coisa que eu fiz do ano passado para este que foi começar a terapia com psicólogo, sou estudante de psicologia, e tinha sim preconceito por fazer terapia, na época do câncer tive uma experiência ruim com uma psicóloga que de nada me ajudou, mas mesmo assim não desisti da psicologia existem psicólogos bons e ruins assim como em todas as profissões (espero me tornar uma boa psicóloga :D). Consegui o que eu queria, mas e agora estou sem emprego e eu gasto consideravelmente bastante, todo o meu antigo salário era praticamente para besteiras ( leia-se roupas, maquiagens, besteiras de comer, coisas para a afilhada), então tive que me adaptar a uma nova rotina de gastos não está sendo fácil, mas isso está me fazendo ver onde meu dinheiro ia antes.

Eu acredito em Deus acima de todas as coisas, se vierem me perguntar algum dia que religião eu sou eu digo "eu acredito em Deus e isso me basta", e me basta mesmo, e graças a Ele eu tenho braços e pernas bem fortes que me fazem trabalhar com bicos por ai vendendo tudo o que você puder imaginar, e assim eu consigo meu dinheiro suado - e põe suado nisso.

Esse ano foi especial, porque além da minha afilhada Laura ter saído pela primeira vez sozinha com a dinda e o dindo ( sim eu me sinto muuuito feliz por causa disso, sou muito babona quando se trata das minhas afilhadas), eu ganhei mais uma afilhada a Rafaella que chega no ano que vem, aprendi com os meus dindos que padrinhos são mais que ter que dar presentes ou ficar com as crianças quando os pais querem sair sozinhos, meus dindos sempre me disseram que padrinhos são como pai e mãe e eles foram assim para mim e eu serei assim para as minhas afilhadas, sou extremamente babona e pegajosa eu sei minhas comadres, mas eu amo minhas afilhadas acima de qualquer coisa e faço QUALQUER coisa por qualquer uma das minhas princesas!

Eu e o Maicon completamos 5 anos de namoro e eu sinto orgulho disso porque de todos os casais que conhecemos somos o único que ainda está junto, ou melhor que NUNCA se separou. Esses dias uma minha prima - que eu considero minha irmã, me perguntou se eu iria casar com o Maicon e eu respondi "sim, ele é ótimo para mim, eu me sinto feliz do lado dele, e não consigo me ver longe dele, não tem o porque eu não casar com ele" isso só pode ser amor né?

Sinto que no ano que se passou eu evolui como eu nunca havia feito, nem na época do câncer que eu fui obrigada a amadurecer rápido demais, hoje eu vi que eu deixei de me levar pelos outros e deixei de "pegar" os problemas dos outros como se fosse meus, obrigada Dra. Franciele, minha psicóloga que eu não sei viver sem no momento - espero ganhar alta um dia.

Esse ano máscaras caíram, me decepcionei muuito com algumas pessoas, mas é assim que a gente aprende.

Voltando a falar de coisas boas, ganhei muita coisa esse ano, voltei para a faculdade que eu tinha trancado e não irei trancar mais! e tem mais uma surpresinha para esse ano, mas sou supersticiosa e só conto quando realmente acontecer, assim que se realizar vocês saberão!

Apesar das coisas ruins que aconteceram, vi que 2012 foi mais positivo do que negativo, e aprendi a dar valor as pequenas coisas do meu dia a dia e não somente as coisas extraordinárias que são infelizmente mais difíceis de acontecer.

Obrigado, 2012 por me fazer feliz.

e que venha um 2013 muito melhor!



Nenhum comentário:

Postar um comentário